sábado, 15 de janeiro de 2011

Puerto Madryn - Bahia Blanca: enfim uma chuva!

Hoje acordamos às 8 hs, depois de uma péssima noite, pelo menos pra mim. A gripe me pegou de jeito, muita tosse, peito cheio, e demorei pra dormir, mesmo depois de tomar 2 comprimidos de Resfenol, que dá um sono danado. Ontem à tarde, após atualizar o blog, saímos pra fazer câmbio, pois os pesos estavam acabando. Depois demos uma volta na rua, compramos mais algumas lembranças, e fomos ver a praia de Puerto Madryn. Como é que aquele povo fica na praia com aquele vento frio, acho que abaixo dos 20 graus?! E a praia lotada! Sentamos em um bar, na calçada, tomamos umas duas Quilmes de litro, eu com muita fome, pedimos uma tábua de frios ("picada"), e ficamos ali até 9 da noite. Depois fomos jantar, Capitinga faz questão, e comemos um peixe. Fomos dormir quase meia noite.
Tomamos o desayuno, muito bom do Hotel Píren, abastecemos, e saímos da cidade eram 9:30 da manhã, para fazer os 720 km até Bahia Blanca. O vento pegando forte, agora de frente, as motos não andavam, e ainda estavam gastando muito. Andamos uns 140 km, e paramos para abastecer, pois a ordem agora é abastecer aonde tiver posto, pra não ficar nem nafta. Tinha fila, mas pequena, e eu abasteci também. Ontem o Capitinga resolveu usar a gasolina do galão, e estava com ele vazio, mas não encheu de novo... Saímos, andamos mais 140 km, tinha um trevo, em San Antonio Oeste, aonde vc escolhe se vai pela ruta3 ou pela outra estrada. Tinha um posto ali, com uma fila muito grande, e outro, sem fila alguma. Fomos para o posto sem fila, e é claro que não tinha gasolina... Voltamos para o posto da fila grande, mas eu não precisava, pois a minha moto tinha autonomia pra chegar em Viedma tranquilo, a 170 km dali. Aí não teve jeito, o Capitinga foi pra fila... E o sol quente... Aliás o calor chegou com força hoje. Já cedo quando saímos estava 30 graus, e rapidinho foi para 35-36 e o sol a pino. Estacionei a moto, tirei os equipamentos, fui ao banheiro, lanchei, tomei um café, e quando olhei o Capitinga, ele estava no mesmo lugar na fila... E já fazia quase meia hora... Fui lá, conversei um pouco, lembrei que poderia pegar o galão, e pedir pra algum carro deixar eu entrar na frente, afinal eram só 10 litros... Pedi para 2 carros, mas não deixaram eu "furar" a fila, nem pra encher um galão... Voltei, e fiquei ali, perto das bombas. A moto virou a atração no posto, que estava lotado, e eu só que respondia perguntas: Estan vindo de onde? Quanto custa esta moto? A quanto andan? E por aí vai...
De repente, acabou-se a Super de uma das bombas, que é a gasolina intermediária, e que todo mundo usa, de 95 oct. Começaram a abastecer só com uma bomba, aquele mundo de carro, isto fora que era só um frentista pra atender todo mundo, precisava ver o atendimento precário! Só havia um detalhe, que eu não tinha me lembrado: tinha gasolina Premium sobrando! Corri lá e falei com o frentista: Acabou a Super? Ele disse que sim. E agora? Ele disse que iriam abastecer o tanque com o caminhão que havia acabado de chegar, e que demoraria uns 15 minutos pra fila voltar a andar. E eu: E a Premium, tem? Ele: Tem. Posso encher o galão com a Premium? Ele disse: Corre lá então e traz o galão... Peguei o galão mais que depressa, enchi, o Capitinga encheu o tanque e ainda sobrou um pouco. Detalhe: o galão de 10 litros dele coube 13 litros... Devem estar roubando na bomba, ou então este galão é maior do que pensávamos! Enfim, com esta história toda, ficamos por cerca de 2 horas ali naquele posto, e perdemos um tempo bom. Justo na hora que deveríamos estar com o galão... Sempre é assim, a famosa Lei de Murphy!  Ali a Adventure mostra o porque do seu tanque de 33 litros... É como se vc carregasse um galão... O Capitinga comeu rapidinho, e saímos rumo a Viedma, com um vento horrível, que incomodava demais, a pilotagem não fluía, a moto andando de lado, não rendia... Andamos uns 140 km e antes de Viedma uns 30 km, a paisagem começou a mudar, já mostrando que a Patagônia estava acabando. Começaram a aparecer umas lavouras, gado, fazendas, rolos de feno, etc... Logo atravessamos um rio, alguns canais de irrigação, e logo chegamos em Viedma, e paramos para abastecer em um posto Petrobrás. Comemos novamente algumas media lunas, e seguimos. Atravessamos um rio muito grande, acho que é o rio Colorado, cheio de gente tomando banho, como se fosse praia, afinal hoje é sábado. Faltava agora só 280 km até Bahia Blanca. De longe já vimos o tempo fechado na frente, indicando chuva. Até então só tempo bom, sol e vento. A estrada uma reta só, com campos e lavouras margeando. Passamos por uma pequena tempestade de areia, andamos uns 120 km, e tinha um posto pequeno. Paramos lá, o Capitinga abasteceu, e seguimos. O tempo agora fechou pra valer, e já começamos a ver os raios no horizonte. Vamos ver, pensei, talvez possamos escapar dela, se a estrada for pra direita. Mas que nada, fomos direto para o centro da tempestade. Parei, fechei a jaqueta, as mangas, arrumei pra tomar chuva, e nem eu nem o Capitinga colocamos capa. O calor era tanto, que queríamos nos molhar... Uns 50 km antes de Bahia Blanca, ela veio, mansa, depois muito forte, quase não dava pra ver nada na frente, mas logo parou, e ficou bom. As roupas seguraram legal, e não nos molhamos. Começou a clarear o tempo, quando paramos em um posto na entrada da cidade, já aproveitei para abastecer, e eu tbm queria ver nomes de hotéis, ver aonde ficaríamos hoje. O cara do restaurante do posto nos indicou um, dizendo que era bom, e não era tão caro: Apart Hotel Bahia. Procurei no GPS, e tinha, só que chamado Apart Hotel Salvador de Bahia. Não era possível ter dois com nomes tão parecidos! Saímos de lá, fizemos o zigue-zague de sempre que o GPS faz para atalhar... e achamos o tal apart hotel. Muito bom, por $ 300 quase um apartamento, com cozinha, quarto separado, e uma sala. Guardamos as motos no estacionamento, tudo molhado, as motos muito sujas, as malas, tudo muito sujo. Agora vi para que serve aquele Para-barro traseiro pequeno que tirei da moto... rsrsrs! Como eu já havia lanchado no posto na entrada da cidade, hoje não jantei. O Capitinga foi jantar, em um restaurante aqui pertinho, e eu fiquei aqui, na internet...
Amanhã chegamos a Buenos Aires, a 700 km daqui. Já fiz reserva no Ibis, e segunda vou levar a minha moto na concessionária BMW KM40, para a revisão dos 20 mil km. Havia feito uma reserva na Cordasco, a outra concessionária mais antiga de lá, mas liguei hoje, e disseram que não haveria como me devolver a moto na terça. Sendo assim, vou fazer na outra mesmo. Amanhã está marcando chuva o dia todo, e mais forte em Buenos Aires, no final da tarde... Então já viu, né?! Vamos molhar de novo! Abraços e continuem conosco!
A bonita praia de Puerto Madryn, mas o vento friiiooo...

Olha a fila

Esta é pequena!

Que tal esta?

Capitinga comendo ameixa pra relaxar...

Muita gente esperando, por horas, no sol

A Premium é mais cara, mesmo assim barato pra nós!

No posto de Viedma, no final da tarde

Já estamos mais perto!

No posto, antes da chuva

8 comentários:

  1. Continuamos acompanhando a aventura...
    Pelo jeito, se juntar todos os relatos diários da para fazer um livro...

    Abraços

    Boa Viagem...

    ResponderExcluir
  2. E ai dupla dinamica, ja cansei só de ler a viagem imagine fazer, vcs são animados!!! Capitinga, aproveita em Buenos Aires e passa numa farmacia e compra um Grecin Barba e Bigode, ai pinta antes de chegar, senao vao achar que foi o Clauco que viajou com o Marcio!! Abrs e Bom Final de Viagem.

    ResponderExcluir
  3. QUE BLZ.... JA ESTÃO EM TERRA FIRME, SE TIVEREM PASSANDO PERTO DO CENTRO DE BUENO AIRES -VALE A PENA TOMAR UM CAFÉ NO TORTONE O CAFE MAIS FAMOSO E JANTAR TEM BONS RESTAURANTES PORTO MADERO, VALE APENA E COM VINHOS A ESCOLHA COM PREÇOS ACEITAVEL.
    CONTINUEM CURTINDO ATÉ A CHEGADA. ABRAÇOS E VOLTEM COM DEUS.
    CASAGRANDE

    ResponderExcluir
  4. nelson,que bom que vcs estão cada dia mais perto, estamos com muita saudades, empresta para o Márcio o benegripe que melhora rapidinho... com relação à sua barba deixa para tirar quando chegar, não vai na onda do Pedro. venham com Deus, sem correr muito e bejjos tania e guilherme.

    ResponderExcluir
  5. Fala Galera!!!!
    Em Buenos Aires, duas sugestões em Puerto Madero: Las Lilas e Puerto Cristal.
    Qual a previsão de chegada em Big Field????
    Vamos em frente que atrás vem gente! Com cuidado.
    Lu e Dantas

    ResponderExcluir
  6. Marcio e Capitinga, boa viagem, que Deus os acompanhe, estaremos aqui esperando pelas historias.

    Celinho

    ResponderExcluir
  7. Valeu, pessoal! Já estamos em Buenos Aires. E nada de fazer a barba, até a chegada! Devemos estar em C.Gde no sábado até a hora do almoço.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Márcio e Capitinga.
    Uma dica: nas fotos que vcs aparecem, fiquem bem longe, pq com esse zum, fica parecendo que e cada 200 Km vcs param pra comer... seus gordos..ehehehe
    Márcio, com certeza, na próxima estarei junto.
    Lá no Atacama não tinha essa mordomia toda, o almoço era 2 barras de cereais e na janta 1, eu retornei 4 kg + magro...eheheheh

    ResponderExcluir

Olá! Faça aqui o seu comentário!

Quem sou eu

Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil
49 anos, casado, zootecnista, empresário e motociclista.