quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Curso de pilotagem: vale a pena?

Quantos amigos motociclistas você conhece, que tem moto big trail, mas que se negam a entrar em algum local, clube ou balneário, porque tem 500 metros de estrada de terra pra passar? Pois eu era assim! Mas isto mudou...
Há algum tempo atrás, realizei alguns cursos de pilotagem para terreno off-road, direcionado para motocicletas Big Trail, ou seja, motos com aptidão on e off-road, com cilindrada acima de 650cc, conforme podem ver nas fotos abaixo.
Os Portugueses da MotoXplorers, Carlos Azevedo e Martins
Eduardo Rotaway e Evandro "Fox", dois grandes motociclistas!

O piloto Jean Azevedo, entregando o meu certificado
Os aprendizados foram muito positivos. Primeiro, porque até há uns 2 anos atrás, eu tinha verdadeiro pavor em andar na terra com a minha moto. Tinha medo de cair, medo de me machucar, e também medo de estragar a moto, já que tudo custa muito caro aqui no Brasil. Depois de aprender e vivenciar todas as técnicas ensinadas, mudei o modo de pensar. Vi o que dá pra fazer - e principalmente até aonde consigo chegar - com a minha moto, mas COM SEGURANÇA, e sabendo o que estou fazendo. Também passei a ver com outros olhos, as estradinhas de terra que cercam a minha região. Ou seja, se abriram novas possibilidades de diversão e de viagens, que antes nem pensava em fazer! Acho que isto é o mais importante!
As técnicas aprendidas, visam basicamente melhorar a intimidade do piloto com a moto. Desde as manobras mais lentas, do montar e sair com a moto, do ponto de equilíbrio, frenagem, contra-peso, até pequenas curvas em baixa velocidade, subidas e descidas íngremes, e como levantar a moto.

Achar o ponto de equilíbrio da moto é fundamental!

O contra peso é fundamental nas curvas de baixa e alta
Slalow na descida, com contra peso. Foi o mais difícil!
Quem disse que não dá pra fazer zerinho na terra?

Isto é legal!


Jean Azevedo nos ensinando

Tudo feito com muita calma e leveza. Também se aprende que pilotar na terra é diferente de pilotar no asfalto, pois não temos o mesmo "grip" ou tração com o solo. Se você se inclinar para dentro em uma curva feita na terra, a chance de  cair é grande! Ao contrário, tem que colocar o peso do corpo para fora da curva, para melhorar a tração.
Atravessar trechos de pedra, e até areia, também são desafios que temos que aprender a enfrentar.
Pra passar em trechos de pedra solta, deixa a moto te levar...
Durante a minha viagem ao Ushuaia em Janeiro de 2011, fizemos na ida uma boa parte da Carretera Austral, e também da Ruta40, sem asfalto. Entre a ida e a volta da viagem, andei no total mais de 1.100 km de terra, ou "rípio", como se chama o cascalho por lá. Passei ileso, sem nenhum tombo, mesmo sem nunca antes ter andado naquele tipo de terreno. Fui preparado, troquei de pneu, e andei devagar. Mas penso que se fosse novamente agora, iria aproveitar bem mais, pois já melhorei bastante, com as técnicas aprendidas.
Lembro que o meu objetivo - assim como o da maioria que faz este tipo de curso - não é participar de competições ou algo assim. É apenas ter conhecimento das técnicas, para poder enfrentar um desafio que aparecer em alguma viagem, com maior tranquilidade. Além é claro de começar a planejar roteiros que antes nunca havia pensado que iria fazer, devido a pequenos trechos de estrada de terra...
Respondendo a pergunta, COM CERTEZA VALE A PENA FAZER UM CURSO COMO ESTE! E recomendo a todos os proprietários de motos big trail, que o façam! Vai melhorar tanto a sua performance, que você vai querer ir a locais que nunca pensou em ir, e vai se abrir um novo mundo a ser explorado, o nosso mundo, rico em detalhes, nem tão longe, às vezes ali tão perto, mas que nunca tivemos coragem de ir de moto.
Abçs!

Quem sou eu

Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil
49 anos, casado, zootecnista, empresário e motociclista.