quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Ontem & Hoje: Punta del Este & Brasil!!

ONTEM:
Saímos do Ibis 8 hs da manhã, ainda quase que esqueço o mascote da viagem, o meu pinguim... Fomos direto ao terminal do Buquebus, que fica no Porto Madero, bem pertinho do hotel. Entramos lá, deixamos as motos na fila atrás dos carros, e fomos pegar os tickets, e depois fazer a imigração, a saída da Argentina, e a entrada no Uruguay. A aduana fizemos na hora de subir para o navio, ou balsa, coisa rápida. Paramos as motos dentro do Buquebus, sem amarrar, e fomos para a parte de cima, aonde ficam as cadeiras, áreas de descanso, bares, freeshop, etc... O barco é muito grande. As cadeiras são como as de um avião, só que em muito maior quantidade. Na parte mais alta, tem uma área de descanso, aberta, e as pessoas ficam ali tomando sol, ouvindo música, fumando, e passando o tempo. Afinal pegamos o Buque mais lento, que demora 3 horas para atravessar os mais de 100 km entre Buenos Aires e Colônia del Sacramento, pela foz do rio da prata, no oceano Atlântico. A água é marrom, cor de barro. Chegamos no Uruguay às 13:30 hs hora local, que é uma hora a mais do que na Argentina. Saímos, a aduana parando todos os carros e pedindo pra abrir, as motos deixaram passar direto. Fui direto para a rua principal de Colônia, chamada Gral. Flores, aonde já tinha visto que tinha lojas de câmbio e restaurantes para almoçarmos. Fizemos um câmbio rápido, para apenas um dia no Uruguay, e fomos almoçar uma parrilla no El Porton, aonde fomos muito mal atendidos por um garçom mal educado, o Capitinga quase perdeu a esportiva com ele... Aliás os garçons em geral, na Argentina e no Uruguay, com raras exceções, foram muito mal educados, a maioria já são veteranos, mais velhos, e parecem que já perderam a graça pela profissão,  tratando mal os turistas! Isto é o fim! Saímos de Colônia, uma cidade até bonita, mas o nosso foco era irmos logo para Punta, às 15:00 hs. De lá até Montevidéo andamos 180 km de uma pista dupla, de concreto, estrada boa e tranquila, mas com algum vento, que chegava a incomodar. Passamos dentro de Montevidéo, abastecemos, e depois seguimos pela beira da praia, na Costanera, para enfim pegarmos a ruta01, duplicada, até Punta del Este. Chegamos em Punta às 18:30 hs. A primeira vista foi deslumbrante, do alto de um morro, dava pra ver a praia lotada, a água já mudou de cor, para um azul esverdeado. Fomos seguindo, e as paisagens cada vez mais lindas, dava pra ver um ou dois navios de cruzeiros estacionados perto da praia. Fomos seguindo, para a ponta da "Punta", que vai se afinando cada vez mais. Pessoas e carros, cada vez mais, indo e voltando da praia, tudo muito arrumado e limpo. Depois de passarmos na frente de alguns hotéis, paramos na frente do endereço que eu havia cadastrado no GPS, do Hotel Milano. Não tinha vaga. Dali mesmo avistei vários outros hotéis, e fui à pé mesmo, enquanto o Capitinga ficou esperando e cuidando das motos. No terceiro hotel que entrei, achei vaga (Hotel Alhambra), apartamento duplo, com ventilador, por US 135,00! Como já era quase 8 da noite, pegamos este mesmo, tomamos um banho e já saímos à pé, pra ver tudo por lá, enquanto ainda havia sol. Andamos pela praia, vimos os dedos na areia, que de acordo com um atendente de uma loja de lá, significa o resurgimento da economia do país, na América do Sul. É o mesmo artista que fez a mão do deserto, em Antofagasta, no Chile. Só que lá a mão está bem maior, o que significa que o Chile está bem mais à frente do que o Uruguay, em todos os sentidos. Andamos pela marina, muitas lanchas, muitos barcos, tinha até um lobo marinho lá. Punta é um balneário elitizado, vc pode ver pelos carros e as pessoas que por ali passam a toda hora. Pelas casas tbm, tudo de muito bom gosto e bonito. Paramos em um bar à beira mar, tomamos uns chops, e comemos umas porções. Depois fomos embora, sempre caminhando, e passamos por muitas lojas, o comércio todo aberto e à todo vapor, mesmo sendo já quase meia noite. Muita gente na rua. O ritmo e os horários daquele povo é outro...
Valeu a pena, conhecer esta cidade, e ainda quero voltar lá, se puder...
Fila pra comprar ingresso do Buquebus

As motos lá dentro



Vista de Buenos Aires

Parece um avião gigante

Tem até FreeShop!

Restaurante em Colônia

A ótima rodovia entre Colônia e Montevidéo

Punta del Este: maravilha!

O Capitinga tem até casa de câmbio lá!

A marina de Punta, muito grande, com muitos barcos

HOJE:
Acordamos cedo, arrumamos tudo, e quando fomos tomar o nosso último café fora do Brasil, ainda estava fechado... Só abria às 8 hs... Esperamos um pouco, as donas, algumas senhoras já de adiantada idade, resolveram abrir o café um pouco antes, e nos atender, "Los Motoqueros" que precisavam viajar! Saímos do hotel praticamente 8 hs da manhã, e deixamos pra trás aquela linda cidade, o sol nascendo, muito bonito mesmo! Ainda deu pra tirar uma foto dos dedos, sem ninguém pra incomodar, pois a cidade ainda dormia. A temperatura agradável, 24-25 graus, com um pouco de vento. Programei o GPS para ir até Rocha, a cidade que eu sabia que era no mesmo rumo que Chuy, aonde era o nosso destino, do lado Uruguaio, para sair do país. Andamos um pouco mais de 200 km, abastecemos no caminho, e chegamos na divisa. Passamos direto, procurando a aduana, e quando vimos já estávamos no Brasil! É só atravessar uma rua! Parei em um posto e perguntei, tivemos que voltar uns 2 km, para dar a saída do Uruguay, carimbar o passaporte, e oficializar a nossa partida. Enfim estávamos no Brasil, nosso querido país, depois de 25 dias fora. Entramos, passamos na aduana brasileira, mas não precisamos nem parar. Paramos apenas para perguntar. Andamos uns 60 km, e tinha um posto com um restaurante de comida caseira. Abastecemos, e fomos como loucos almoçar, comer aquele tão desejado arroz com feijão que tanto queríamos! Estava até engraçado! Pagamos R$ 12,00 pelo almoço mais gostoso dos últimos dias! O clima esquentou demais, e passava dos 33 graus a esta altura, e ainda ameaçava chover. Tirei a capa e deixei para fora, presa pelo elástico da moto, e troquei o cartão de memória do GPS, mudando agora para o mapa do Brasil. Seguimos por aquela estrada plana, quase só retas, com arrozais ao lado, e gado. Logo atravessamos a reserva do Taim, muitos bichos à vista, a maioria pássaros e capivaras, e chegamos em Rio Grande. O Capitinga abasteceu ali, e pegamos sentido Pelotas, para depois seguir para Santa Maria. Passamos bem por fora de Pelotas, para não correr risco algum, e no terceiro trevo, já aparece o nome de Santa Maria, à esquerda. Aquela estrada é única, e seguimos por ela até o nosso destino do dia, por quase 300 km. O asfalto no geral está muito bom aqui no RS, em todo o percurso de hoje, com alguns pedágios, mas moto não precisa pagar. Chegamos em Santa Maria às 18 hs, e o nosso amigo Renato Lopez foi nos encontrar na rodovia, uns 30 km antes. Passou por nós, eu já vi e reconheci a moto, e esperamos voltar. O Renato é uma grande pessoa, que eu só conhecia pelo telefone e internet. Grande e conhecido viajante de moto, já atravessou a América do Sul inteira, foi a Ushuaia 2 vezes, Austrália, etc... Já escreveu um livro (Nas Rutas do Cone Sul), o qual já li, e está finalizando o segundo livro, na viagem que fez por todos os países da América do Sul, em mais de dois meses. Além disto , pertence ao Moto Clube Gaudérios do Asfalto, daqui de Santa Maria. É o maior Moto Clube da região, tem sede própria muito bem estruturada, e organiza o encontro daqui, que é realizado em outubro, e que nós vamos vir, eu e o Capitinga pelo menos, com certeza! O Renato nos levou até a porta do hotel, e depois veio nos buscar para conhecermos a sede dos Gaudérios, pois na quarta eles também se reunem. Cada semana, um grupo de 5 integrantes é responsável pela comida, e pagam tudo. Este grupo só vai precisar fazer isto novamente no próximo semestre, e até lá come de graça. Todos participam ativamente, e ficamos impressionados com a animação do grupo deles! Conhecemos um senhor de 68 anos, que pilota motos racing, é piloto de moto esportiva, anda em autódromo até hoje! Conhecemos muitas pessoas ali, todos muito educados e gentis conosco, nos trataram muito bem. Assaram uma carne, e serviram com pão. A bebida cada um paga a sua, em um bar, dentro do local, e quem cuida tbm é integrante do clube. Saímos de lá e fomos conhecer um bar temático de motos, chamado MotoGarage, muito legal. Ficamos ali por umas duas horas, eu, Capitinga e o Renato, batendo papo e trocando idéias sobre motos, viagens, equipamentos, roteiros, etc... O Renato nos levou até o hotel, para o nosso merecido descanso, afinal hoje andamos mais de 800 km, e amanhã vamos seguir até Cascavel, ou Umuarama, no Paraná, a cerca de 700 km. Sigam conosco que está quase acabando!


Vista hoje de manhã dos dedos, no nascer do sol!

A rodovia até Chuy

Voltamos!

Aqui tudo começa!

11 comentários:

  1. Nossa pai, ouvi dizer que em Punta del Este é lindo, uma cidade turistica e bastante sofisticada, deve ter sido ótimo, pena que vcs ficaram pouco tempo... estamos acompanhando a chegada aqui em casa!! bjo boa sorte Izadora

    ResponderExcluir
  2. Alessandra Duailibi20 de janeiro de 2011 06:02

    Caro amigos, todo esperam ansiosos pela chegada de vcs. Ótima viagem neta reta final, o blog está fantástico, sejam as fotos, sejam os textos, parabéns! Abraços, Alessandra

    ResponderExcluir
  3. O Renato é gente booooua demais!!! Vc esqueceu o monte de "Iron Butts" que ele tem!!! Quando fui com o Marcelo BH pro encontro em Santa Maria ele nos levou até Rivera pra comprarmos muambas...fomos de carro pois estava chovendo demaaais...tb conhecemos os Gaudérios e tivemos uma recepção como a de vcs...pessoal 100% que faz até piada de Gaucho...eheheheh. Quem mora em Sta Maria tb é o Fernando, presidente do xt600.com.br e lá na casa dele tb rolou um churrasco!!! Essa foi uma viagem que fizemos, por 12 dias, q apesar do monte de chuva que pegamos, valew muito a pena!!!

    ResponderExcluir
  4. Iza, ainda vamos em Punta uma hora destas...
    Adriano, o Renato, além da educação e atenção que o caracteriza, é um cara que viaja muito, já fez uns quantos IronButts, conhece tudo de moto, e é uma referência pra mim, para as próximas viagens que fizer.
    O pessoal dos Gaudérios são um pessoal 100% tbm, nos trataram muito bem, este ano quero ir no encontro lá, pois nunca fui. Vamos? Abçs!

    ResponderExcluir
  5. Marcio e Capitinga, estão chegando heim!!!! Não esqueçam de agradecer a Deus na chegada por ter lhes proporcionado tantas maravilhas nessa viagem e também por levarem e trazerem vocês com segurança.

    Um abraço e continuem com ele até a chegada.

    Obs: O blog está muito bom, tanto pelas fotos como pelos comentários, parabéns....

    Celinho

    ResponderExcluir
  6. oi Márcio. Lendo este teu último post me lembrei direitinho de qdo entramos no Brasil ano passado e fomos direto comer arroz com feijão....
    Já chegamos em nossas casas, hoje. O nosso blog está um pouco atrasado, mas logo ponho em dia. Amanhã vou para a ilha do mel mas, infelizmente, acho que iremos por estradas diferentes. Não vai ser desta vez ainda que nos encontraremos. Quem sabe em breve. Um forte abraço, ótimo final de viagem, e saiba que foi um enorme prazer viajar com vocês. Abração. Otavio (Londrina - www.cdfmoto.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  7. Realmente PUNTA quero ir qquer hora dessas, todo começo dez, tem encontro H-D lá.
    Muito bacana as fotos e suas descrições, vc. tem veia de escritor (larga mão de venê sal e vai ser escritor...), seus detalhes e descrições transportam o leitor até o local!
    Bom retorno, venham com calma, estamos indo à Ddos recebê-los, festa 6ª e sáb..
    Que DEUS os acompanhe e guarde nessa etapa final.
    Grande abço. Sisti.

    ResponderExcluir
  8. Caro amigo Marcio, agora real! Eu é que tenho de agradecer vc ter incluído Santa Maria no seu roteiro, com o Capitinga. Ficamos muito alegre em receber ilustres amigos que percorrem grandes jornadas para chegar até aqui, demonstrando com isso, uma amizade verdadeira, a maioria delas iniciadas por telefonemas ou internet.
    E quando esses amigos tb são grandes motoviajeros então, nossa alegria transborda de emoção e os tratamos como verdadeiros amigos motociclistas.
    Estaremos esperando vc em outubro no 15º Mercocycle, eu terei que abri o gás da motoca para chegar aqui a tempo do evento e recepcioná-los heheheeh
    Grande aventura a de vcs, mas por favor, acessóra ai o Nelson da Capitinga para que ele conte os dias de viagem corretamente e não esqueça deo seu remdinho, senão o home não dorme e a pilotagem se torna perigosa rsssss
    Fraterno motoabraço a vcs - Renato Lopes

    PS. O Adriano é suspeito de falar, tb tivemos o prazer de recebê-lo aqui, como eu havia falado a vcs, tb amigo do Marcelo Freire, o Embaixador dos Gaudérios em BH, já veio aqui umas 5 vezes. Falando nisso, parece que o Adriano não gostou tanto assim da terrinha hehehehe.
    Adriano, quem sabe a gente se encontre nessas rutas ou road por ai lá pelo meio do ano....
    Fraterno motoabraço - Renato Lopes

    ResponderExcluir
  9. É isto aí, Renato! Já estamos em Dourados, ontem chegamos em Cascavel no final da tarde, pegamos uma pequena chuva em São Miguel D'Oeste. Que estrada perigosa, hem?! Pilotagem agressiva, entrando no meio de caminhões, por aquelas serras, as estradas sem acostamento. Mas deu tudo certo. Hoje rodamos só 420 km até aqui. Agora é esperar os amigos para começar a confraternizar. Pode deixar certo que em outubro estaremos aí, e "assulera" a 650 pra estar por aí! Abçs!

    ResponderExcluir
  10. Valeu Galera!!!!
    Boa a idéia de confraternizar em Dourados. É para vocês receberem uma medalha de OURO pela brilhante aventura.
    Também, o que tinha de gente torcendo a favor, além de mães, esposas, filhos rezando vários terços por dia, só podia ser esse sucesso.
    Parabéns! Esperamos em breve abraçá-los aí em Big Field.
    Luely e Dantas

    ResponderExcluir
  11. Renato...não gostei da terrinha??...adoro seu Rio Grande, tchê!!! lembro que nos levou no jantar com os Bodes do Asfalto (galeto perfeito), nas missões históricas, na maravilhosa base áerea, evento do Mercocycle...lembro de tudo e olha que isso é meio difícil pois a memória me trai de vez em quando mas foi uma viagem inesquecível...tenho o videogame Wii que comprei em Rivera até hoje!!!

    Como uma imagem fala mais do que mil palavras, aki uma foto legal pra quem tem orkut : http://www.orkut.com.br/Main#AlbumZoom?uid=15973026316272586935&pid=1295670983288&aid=1201417884$pid=1295670983288

    Tô indo ao Alaska em breve : http://ilhabelaalaskailhabela.blogspot.com/ ...quem sabe não nos encontramos por aí??!!

    Graaaaaaande Abrax

    ResponderExcluir

Olá! Faça aqui o seu comentário!

Quem sou eu

Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil
49 anos, casado, zootecnista, empresário e motociclista.