segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Buenos Aires na segunda-feira...

Hoje 8 hs da manhã nos encontramos no café da manhã do Ibis, para sair às 8:30 hs com destino a concessionária BMW KM40, que fica a quase 50 km do hotel, ao norte. Quando fui colocar no GPS, simplesmente não existia o endereço. Perguntei para o cara do estacionamento, aonde era, ele tentou me explicar, e disse que era bem longe, e demoraria uns 40 minutos. Na hora já desisti, e concordamos em apenas trocar o óleo das duas motos, e faria a revisão em Campo Grande mesmo, mesmo passando um pouco a quilometragem. Liguei na hora para o Tom, da Baviera, em Campo Grande, e ele me autorizou a mandar bala. Mudei então o endereço para irmos a MotoTouring, oficina especializada em motos BigTrail em geral, e tbm vende acessórios da Touratech, Wunderlich, Schuberth, etc... Ou seja, tudo o que eu queria ver! Era bem mais perto, no bairro de Olivos, uns 14 km do hotel, que fizemos em 15 minutos mais ou menos. Chegamos lá 9:30 hs e estava fechada. Ficamos ali esperando abrir, e eu tinha visto que naquela rua, na verdade uma baita de uma avenida, tinha um monte de lojas e concessionárias de motos. Fui andar um pouco ali em volta, e quando vi, a meia quadra da MotoTouring, uma concessionária BMW Motorrad, chamada Trepat! Entrei lá, perguntei se tinham vaga para revisão de uma moto para aquele momento, e eles disseram que sim! Nem acreditei, corri lá, peguei a moto e já entrei dentro da oficina dos caras. Pensa no tamanho da minha sorte! Já preenchi os papéis, e começaram a mexer na moto, me prometendo que devolviam até as 18 hs, ou no máximo amanhã de manhã. Pedi para hoje, pois tínhamos que ir embora. Fiquei ali um pouco, vendo as motos, etc... e quando saí lá pra fora, vi que já estavam abrindo a outra loja, a MotoTouring. Fui agora pra lá, e o Capitinga com a moto dele, pra fazer a troca de óleo, filtro, limpeza do filtro de ar, etc... Chegaram dois caras, um mais velho que parecia ser o dono e um mais novo, mecânico. Na verdade não era o dono, chamado Claudio Pesce, e sim o gerente da loja, o Gerald, muito simpático por sinal. Começamos a ver todos os acessórios que tinha ali, impressionante a diversidade, em uma lojinha muito pequena, quase um beco, muito estreito, e lá no fundo a oficina, com bancada, elevador, pneus, máquinas para trocar e balancear rodas, etc... Começaram a mexer na moto do Capitinga, e em cerca de umas 2 horas já tinham acabado. Precisava ver o estado do filtro de ar da moto dele, o tanto de sujeira e insetos que tinha! Me lembrei que estava com dúvidas das minhas rodas, se estavam balanceadas ou não, fui lá na BMW, e pedi pra tirarem a roda traseira, e levei lá pra balancear. Estava completamente desbalanceada, de acordo com o Rodrigo, o mecânico, que aliás trabalhou 8 anos na BMW antes de ir pra lá. Levei de volta a roda traseira, e fomos almoçar, pois já era passado do meio dia. Fomos até a beira do rio, a gigantesca baía, a foz do rio da Prata no Atlântico, tinha uma marina, e almoçamos um restaurante chamado El Mirante, com uma ótima vista do rio. Pra variar comemos carne, um assado de tiras, ótimo. Voltamos para a oficina, eu peguei a roda dianteira e levei pra balancear, e tbm estava com problemas. Eu já tinha escolhido alguns acessórios da Touratech pra minha moto, mas teria que esperar acabar a revisão. Quando foi 4 da tarde, fui na BMW e a minha moto já não estava mais lá, tinham saído pra testar. O mecânico, um senhor de cabelos brancos (bom sinal), que mexeu nela, somente ele, e que tinha saído. Logo ele voltou, vi que tinham lavado a moto (Eu não queria que tivessem lavado!), e já estava pronta. A moto não tinha absolutamente nada, nenhum problema, depois de 10 mil km rodados em 21 dias, sendo 1.200 km só de rípio, pedras e buracos. Apenas a revisão padrão, trocas de óleos, regulagens, etc... A VStrom do Capitinga tbm não deu nada nesta viagem, nada mesmo, nem afrouxou um parafuso sequer, nem calibrar pneu precisou. Aliás, ele vai fazer a viagem toda com apenas um par de pneus Michelin Anakee2, 13 mil km até Campo Grande. O único incoveniente da VStrom é ter que ficar lubrificando e limpando a corrente todos os dias, mas isto é normal tbm. Paguei a revisão (R$ 1.100,00 achei um pouco caro, mas tiveram que tirar um parafuso que tinha quebrado, do para barro traseiro), e levei a moto para a Mototouring, pra colocar os acessórios. Aproveitei e pedi ao mecânico de lá pra arrumar a chave do suporte do GPS, pois não entrava mais, e eu não posso retirá-lo desde Bariloche! Ainda bem que é à prova d'água! Ele arrumou logo, e já instalou os outros acessórios. Coloquei uns protetores, no cavalete, ao lado das pedaleiras, um prolongador do paralama dianteiro, e uma proteção para a mala de tanque não encostar na buzina e na ESA, algo que aconteceu algumas vezes nesta viagem, pois a minha mala de tanque além de ser muito grande, está cheia demais! Depois vi que eles tbm faziam a revisão padrão da BMW GS/Adventure, tudo, igual à concessionária, por U$ 300,00 cerca de R$ 1.200,00... Mas o duro disto, é vc não ter o carimbo da concessionária autorizada, na hora de vender a moto! Lá mesmo tbm já vimos a questão da travessia amanhã para o Uruguay, pelo Buquebus, o Gerald nos ajudou muito, ligou na hora pra lá, e já compramos os ingressos pelo telefone mesmo. Vamos sair às 9:30 da manhã, no barco mais lento, que demora 3 horas para atravessar. O mais rápido, atravessa em uma hora e meia, mais só sai ao meio dia, então dava na mesma, além de que o mais lento é mais barato. Pagamos cerca de $ 320 pesos cada um, com a moto inclusa. Voltamos para o hotel, o GPS nos guiando muito bem por uma avenida muito larga (Av. dos Libertadores), Buenos Aires no final da tarde, 28 graus, cidade linda, trânsito fluindo tranquilo, muito agradável de andar de moto! Esta cidade eu achava que seria um caos pra andar aqui, mas que nada, andamos muito bem! As ruas e avenidas limpas e bonitas, muitas praças, monumentos e bairros tranquilos, com seus cafés nas esquinas. Agora é preparar as malas, reorganizar as bagagens, e já deixar as motos prontas para esta última etapa de 5 dias, daqui até a nossa querida cidade de Campo Grande, rever os amigos, a família, esposa e filhos, comer aquele arroz com FEIJÃO, salada e bife, mas que saudade desta comida simples nossa de cada dia! Passaremos amanhã pelo Uruguay, e dormiremos lá. Na quarta nosso destino é Santa Maria, no RS, mas entraremos no Brasil pelo Chuí, para conhecer mesmo, passando pela reserva do Taim. Lá em Sta Maria nos encontraremos com o amigo João Renato Lopes, que nos espera. Depois... Bem depois eu falo... Abraços!
Um dos carros do Dakar que ainda estão aqui

Na Motouring esperando abrir...

A loja é pequena mas tem de tudo!

Ao lado, a concessionária BMW

A marina pertinho de lá, no rio da Prata

A bonita Av. de Los Libertadores, muita loja de moto

8 comentários:

  1. Boa noite Marcio e Capitinga,
    Estamos acompanhando dia-dia essa maravilhosa viagem , ricas em detalhes e fotos, estamos ansiosos aguardando a chegada aqui em Campo Grande. Acompanhamos cada detalhe como se fosse o ultimo capitulo de uma novela. Ja esta dando gostinho de saudades.. Abracos.
    Julio

    ResponderExcluir
  2. Muito legal estes 3 últimos dias, q li só hj..
    Boa viagem, bom retorno!
    Grande abço. Sisti.

    ResponderExcluir
  3. Corrige no texto e na foto, o nome da concessionária BMW é Trepat e não Trepad.
    Só descobri esse blog esta semana, está show, estou lendo tudo, estive em Ushuaia em 2009 e pretendo voltar em 2012, pela Carretera Austral. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Pessoal, que viagem massa hem!!!
    Tudo dando certo, aproveitem!!!
    A cobertura dela então nem se fala, quase igual a do dakar, hehehe...

    Abração.

    ResponderExcluir
  5. Quando atravessarem para o Uruguai não deixem de dar uma voltinha por Colônia del Sacramento, uma cidade histórica muito bonitinha. Comprem tb os alfajores uruguaios que dão de dez a zero nos argentinos.bjs.Luely

    ResponderExcluir
  6. Que bom que vcs já estão chegando. É uma super aventura, vai ter muita coisa pra contar, fotos, etc.. Venham com calma e Deus os guarde sempre. Estamos com saudades Tinho!!

    ResponderExcluir
  7. Ê moleque!!!!!
    Grande estada em Punta del Este. Agora é entrar em solo brasileiro e quanto mais perto de casa, mais cuidado!!!
    Falta pouco. Vamos em frente que atrás vem gente.
    E nóis com ocês.
    Dantas

    ResponderExcluir
  8. Caro Márcio e Capitinga,parabéns pelo belo blog.A viagem sem comentários,simplesmente maravilhosa.Retornem com Deus e em paz.
    Gigante.

    ResponderExcluir

Olá! Faça aqui o seu comentário!

Quem sou eu

Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil
49 anos, casado, zootecnista, empresário e motociclista.